Páscoa: um motivo para não desistir

Além de exemplo do amor maior pela humanidade, Jesus é apontado como grande líder, modelo de gestão de emoções e de pessoas para transformar o mundo

Sobre a Páscoa, que dizer? Sobre esses dias “santos”, como refletir?  Se você busca transformação de vida além do bacalhau na mesa e troca de ovos de chocolate, mesmo que não siga uma crença religiosa, não importa… Esse pode ser o momento de voltar a consciência para dentro de si e se auto questionar: como o melhor exemplo de amor do mundo – de Jesus crucificado, morto pela humanidade – pode me transformar? 

Que Deus enviou seu filho à Terra para salvar a humanidade do pecado e da morte nas trevas, por meio de seu sangue puro, depois da morte na cruz , todo cristão crê. E para aqueles que não acreditam como os cristãos, mas, querem inspiração para a transformação de vida, basta observar a visão sobre Jesus Cristo, que também pode ser ampliada, além do exemplo de amor. Em sua missão na Terra, muitos estudiosos apontam Jesus como o maior líder que já existiu e pode ser seguido nos dias de hoje como modelo para controlar as próprias emoções, gerir pessoas, motivar e ser um agente transformador do seu próprio mundo.

“Um verdadeiro líder é aquele que administra as emoções”, sentencia Daniel Godri,  palestrante, ex professor de Marketing da PUC – PR, referindo-se a Jesus. O autor  lembra que o filho de Deus nasceu em local insalubre, teve uma infância difícil ao lado dos pais, na pobreza e fugindo de inimigos, e na vida adulta, teve apenas três anos para escolher e “treinar” sua equipe, até ser oprimido, perseguido e condenado à morte pelos poderosos da época.

Augusto Cury, um dos escritores mais populares da atualidade, vem estudando Jesus há anos. Sobre o Livro, “O homem mais inteligente da História” , Cury escreve no Prefácio: “Esperava, ao estudar a personalidade de Jesus, encontrar uma inteligência comum, pouco criativa, pouco analítica, pouco instigante, sem gestão da emoção, ou então um ‘herói’ mal construído por galileus. Entretanto, fiquei perplexo.”

Em sua jornada, Jesus vendeu sonhos, “não impunha, apenas propunha”,  e até hoje mantém seguidores fiéis pelo planeta. Que esse exemplo também remeta ao mundo tão intolerante de hoje, para que se conclua: É preciso aceitar diferenças, e reunir numa mesma mesa personalidades diversas, talvez resistentes, mas que podem ser lapidadas para transformar o mundo, junto com você.

Adriana Pontin e equipe lhe deseja boa Páscoa!

É mais feliz quem dá do que quem recebe

Semeadura e Colheita, ou seja, um princípio bíblico que aparece de Gênesis à Apocalipse. E o que significa princípio biblíco? Referencial básico que se traduz em estilo de vida.

0102_semeadura_plantio_semente_soja

Eu começo perguntando se é básico, fácil traduzir esse estilo de vida que Jesus nos orientou: Quem dá é mais feliz… é fácil isso pra você? 

Temos escolha do que vamos semear e onde vamos semear. Mas, não temos escolha da colheita que vamos fazer. Resumindo, o Princípio da Semeadura é “Aquilo que o você semear, isso também vai colher.”

Princípio Bíblico ou referencial básico como estilo de vida tem 4 características marcantes: – válido em todo o tempo; válido em todo o lugar; válido para todas as pessoas; válido para todos os assuntos.

Então o melhor é buscar hábitos disciplinados de oração, leitura diária da Bíblia, caminhar com pessoas verdadeiras, estar junto com sua família se aproximando cada vez mais do caráter de Cristo Jesus. Ou seja, plantar sementes boas. São elas: amor, compreensão, perdão, bondade, consagração, jejum, oração, obediência, controle do seu dinheiro (gastar menos do que ganha, primiciar, dizimar, ofertar, economizar), gentileza… e por aí vai. Sementes boas!

Se plantarmos sementes boas, com certeza a colheita será excelente e aí sim, conseguiremos dizer que sim, é mais feliz quem dá do que aquele que recebe.

Com carinho,

Adriana Pontin

Teoria x Prática

proverbio

Meditar a Palavra de Deus é a certeza de que temos uma fonte de conhecimento que exemplifica teoria e prática com tamanha clareza que não pode ser simplesmente dispensada. Precisamos atentar para os exemplos de vida de grandes homens e mulheres que nos é ofertado através da Bíblia Sagrada.

O rei Salomão por exemplo, foi o rei mais sábio de Israel. No livro de 1a Reis 3,12 observamos o que Deus diz sobre ele: “Eis que fiz segundo as tuas palavras; eis que te dei um coração tão sábio e entendido, que antes de ti igual não houve, e depois de ti igual não se levantará.”

Salomão administrou Israel muito bem e ficou muito rico. Investiu em obras públicas em várias cidades de Israel e desenvolveu o comércio internacional. Viveu em paz com países vizinhos. Ele estabeleceu alianças e tratados comerciais. Durante seu reinado, Israel viveu uma época de grande paz e prosperidade.

Mas, a desobediência entrou no coração de Salomão e sua história de vida não tem um final feliz. Mesmo com tanta sabedoria recebida diretamente do Pai, acabou se desviando da fonte da vida: Deus.

No livro de Provérbios temos ensinamentos deixados por Salomão para viver uma vida de acordo com o propósito de Deus: TEORIA. Mas, também podemos observar que teoria sem prática não tem efeito. Salomão é o melhor exemplo disso: PRÁTICA dos mandamentos de Deus deve ser uma constante em nossa vida para que cheguemos à perfeita realização dos planos do Pai.

Vamos refletir sobre o que estamos fazendo com a teoria que temos!

Que a graça de Deus esteja conosco em todo o tempo!

Com carinho,

Adriana Pontin

O amor de Deus dura para sempre

“Rendam graças ao Senhor, pois ele é bom; o seu amor dura para sempre.” 1 Crônicas 16:34 

gratidão2

O significado desse versículo bíblico expressa como devemos ser gratos à Deus e como Ele nos ama incondicionalmente. Mesmo quando as coisas não acontecem como nós queremos, ainda sim, devemos ser gratos pela vida preciosa que o Nosso Pai nos oferece todos os dias.

Gratidão é um sentimento nobre que exala amor, fidelidade e amizade. Um reconhecimento de felicidade por ter recebido algo mesmo sem merecer ou sem esperar retorno. Ter um coração grato nos ajuda a transformar tudo o que temos em suficiente.

E Deus, Nosso Pai que é bom, santo, justo e reto nos mostra seu amor mesmo quando não o reconhecemos num simples gesto de cuidado e proteção conosco. O significado de dizer que Ele é bom é que tudo o que Ele faz é digno de exaltação. Somos pecadores e nunca entenderemos o padrão de Deus, mas em todo o tempo Ele se aproxima de nós, nos ama e estende sua mão para que possamos viver o melhor que Ele planejou.

Você já agradeceu hoje por ter oportunidade de viver mais um dia? Por respirar e sentir a agradável e doce presença do Espírito Santo de Deus? Ainda há tempo de mudar sua atitude e ser grato pela preciosa vida eterna que Jesus Cristo nos oferece.

Gratidão transforma tudo que temos em suficiente. Pense nisso!

Com carinho pra você,

Adriana Pontin