22 de dezembro, Dia da Consciência Ecológica

Retratado como o dia da luta pela preservação da natureza, o dia da Consciência Ecológica, assim como qualquer outra consciência, tem pouquíssima utilidade quando não é transformada em ação, quando não é capaz de mobilizar grupos e pessoas na busca por soluções.

post

Pensando nisso, o CEAL – Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina, Prefeitura de Londrina e Rotary Clube de Londrina promoveram a Campanha de Reconstituição da Mata Ciliar de Rios e Córregos da Área Urbana de Londrina.

Com o intuito de reconstituir as matas ciliares de rios e córregos através do plantio de árvores nativas, a campanha reúne engenheiros, arquitetos e toda a sociedade londrinense. O idealizador da campanha, Engenheiro Civil Henrique Lück ressalta que “o objetivo principal é reconstituir com árvores nativas que representam a flora original da nossa região. Preservando assim a biodiversidade de animais com o plantio de árvores frutíferas.”

No total já foram plantadas mais de 1600 mudas de árvores nativas nos arredores do Lago Igapó e Fundo de Vale desde o início da campanha, contando com mudas como: Ipê Branco, Palmeira, Dedaleiro, Alecrim de Campinas, Flamboyant e as frutíferas Acerola, Goiabeira e Pitangueira.

Nós acreditamos, apoiamos e investimos em ações que auxiliam pessoas e diferentes causas, como objetivo de transformar nossa realidade para melhor. Daqui alguns anos estaremos caminhando no Lago Igapó e comendo acerola diretamente da árvore” ressalta Adriana Pontin, diretora executiva da Excelência Mkt & Eventos, que colabora na divulgação das datas de plantio das mudas em seus canais de comunicação. (Assessoria de Comunicação Adriana Pontin Excelência Mkt & Eventos)

Sustentabilidade, um conceito cada vez mais aplicado por empresas

Outrora restrito aos movimentos ecológicos, o conceito de sustentabilidade vem sendo amplamente discutido e, principalmente, aplicado por empresas de todos os portes. No mundo todo. O verbo conscientizar, conjugado de modo imperativo, vem ganhando cada vez mais adesões.

post sustentabilidade

“Ações voltadas à melhoria da qualidade de vida fazem parte dos nossos princípios organizacionais. Ficamos satisfeitos por atender clientes que compartilham a cultura do bem-estar da coletividade”, afirma Adriana Pontin, diretora executiva da Excelência Mkt &Eventos.

Sustentabilidade finca-se em três princípios: ambientais, econômicos e sociais. Ou seja, preconiza-se no equilíbrio de recursos naturais e formas de utilizá-los; produção e distribuição de bens e serviços; e distribuição dos bens e serviços adquiridos.

Práticas sustentáveis requerem responsabilidade, sobretudo. Sim, o marketing social pode ampliar a visibilidade de ações que contribuem para a melhoria da qualidade de vida. Inclusive, do planeta.

Atitudes conscientes e coletivas independem de extensão. Os consumidores sabem onde há comprometimento. (Assessoria de Comunicação Excelência Mkt & Eventos)

O que você faz com seu lixo?

Dê uma olhada na lixeira da sua cozinha. Repare o quanto aquele lixo aumenta todos os dias. Depois, tente imaginar que cada uma das famílias do mundo faz a mesma coisa, diariamente. Dá para imaginar o tamanho do lixo?

size_960_16_9_1a-lixoinglaterra

O lixo que o ser humano produz e joga no planeta todos os dias é um risco muito sério à saúde de todos os seres vivos e do planeta em si. São bilhões de pessoas morando no planeta Terra.

O lixo é um grande problema. Mas ele pode ser um problema um pouco menor, desde que os governos, as instituições (escolas, hospitais etc.), as empresas e cada pessoa faça a sua parte. ISSO INCLUI VOCÊ E SUA FAMÍLIA.

Precisamos alertar para que a conscientização encaixe na cabeça das bilhões de pessoas e que a ação automática não seja jogar o lixo na rua, mas sim esperar uma lixeira próxima para colocar o lixo no lugar certo.

Apenas  metade do lixo existente é coletado e desta metade, uma pequena parcela vai para os locais adequados, como aterros sanitários, incineradores, usinas de reciclagem e compostagem. Uma outra parte é jogada em rios que abastecem regiões inteiras, ou levada para lixões clandestinos a céu aberto. Nesse cálculo, entra também o lixo jogado nas ruas, aquele que entope bueiros e galerias de águas pluviais, provocando enchentes desastrosas na época das chuvas.

COMECE POR VOCÊ E SEJA DIFERENÇA NO MUNDO!